A ressurreição do filho da viúva de Naim,
Pintado por Wilhelm Kotarbinsky (1849-1921),
Óleo sobre tela,
Pintado em 1879
© Museu Nacional de Varsóvia

A ressurreição do filho da viúva de Naim,
Pintado por Wilhelm Kotarbinsky (1849-1921),
Óleo sobre tela,
Pintado em 1879
© Museu Nacional de Varsóvia

Evangelho de 19 de setembro de 2023

A ressurreição do filho da viúva de Nain

Lucas 7:11-17

Jesus foi a uma cidade chamada Naim, e com ele iam os seus discípulos e uma grande multidão. Ao se aproximar da porta da cidade, estava saindo o enterro do filho único de uma viúva; e uma grande multidão da cidade estava com ela. Ao vê-la, o Senhor se compadeceu dela e disse: "Não chore". Depois, aproximou-se e tocou no caixão, e os que o carregavam pararam. Jesus disse: "Jovem, eu digo, levante-se!" O jovem sentou-se e começou a conversar, e Jesus o entregou à sua mãe. Todos ficaram cheios de temor e louvavam a Deus. "Um grande profeta se levantou dentre nós", diziam eles. "Deus interveio em favor do seu povo." Essas notícias sobre Jesus espalharam-se por toda a Judeia e regiões circunvizinhas.

Reflexão sobre a pintura

Nossa tela de hoje foi pintada pelo artista polonês Wilhelm Kotarbinsky. Filho de um nobre polonês empobrecido, ele foi para a Itália para aprender a pintar e acabou indo para a Rússia, onde construiu uma carreira muito forte na pintura, principalmente em Kiev. Ele era católico e sempre teve muito cuidado e interesse em pintar grandes cenas de gênero (nossa pintura tem 222 cm de largura; 7 pés), nas quais temas religiosos eram retratados em paisagens que, de alguma forma, pareciam familiares aos espectadores, colocando-os assim no meio dos eventos retratados.

No primeiro plano, vemos alguns cardos mortos. Os cardos comestíveis, como os mostrados aqui, eram conhecidos como um prato dos pobres e, portanto, na pintura, simbolizam a pobreza e a dor. Por ser uma planta resistente, o cardo cresce em todos os lugares onde outras plantas normalmente não crescem. Ele representa a sobrevivência onde outras não conseguem. Mas aqui em nossa pintura os cardos estão mortos, refletindo o estado do filho da viúva de Naim. Seu filho estava realmente morto, não apenas doente ou enfermo. Tanto os cardos quanto o filho morto fazem parte da metade esquerda da pintura. Em contraste, na metade direita, Jesus está em um terreno verde, saudável, fértil e gramado. Ele está ressuscitando o homem morto. Até mesmo os cardos no lado direito da pintura mostram vida e parecem muito mais saudáveis. Jesus é retratado no meio da realização de seu milagre... não porque lhe foi pedido, mas simplesmente porque "sentiu pena" dessa viúva.

A beleza dessa história está na compaixão de Jesus para com a viúva. O Senhor também nos vê com olhos de compaixão. Certa vez, Jesus contou uma parábola em que se diz de um dos personagens que "ele viu e teve compaixão". Foi o samaritano que viu o judeu ferido na beira da estrada e teve compaixão. O samaritano da história se comporta da mesma forma que Jesus se comporta na vida real, com compaixão. Sua maneira de nos ver também nos convida a ver os outros com seus olhos compassivos.

Compartilhe esta leitura do Evangelho

Você gostou desta leitura do Evangelho e da reflexão da arte?

Participe da discussão sobre esta obra de arte e leitura do Evangelho

Subscribe
Notify of
63 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Noelle Clemens
Membro
Noelle Clemens(@jeanne)
2 meses atrás

Tive um funeral esta manhã, seguido de uma reunião de estratégia, e vamos pintar um mural em nosso centro comunitário. Estou admirado com muitos dos comentários de hoje, obrigado a todos por suas maravilhosas percepções.
Não há muito a acrescentar. É uma pintura muito comovente, parece estar ocorrendo ao amanhecer, há luzes fracas em dois dos edifícios. O enterro seria melhor se fosse feito no frescor da manhã e em um horário que permitisse um dia inteiro do primeiro dos sete dias de luto. Os carregadores acabaram de colocar o caixão no chão, o menino ainda não foi restaurado, a tristeza pesa sobre a cena. Concordo que a postura de Jesus é um tanto rígida; no momento em que parece invocar o poder de cura de Seu Pai, Ele parece um tanto distante. Tons e sombras extraordinários, a sensação levemente monocromática do lado esquerdo da pintura é lindamente tratada; a flora evoca maravilhosamente aquela secura nítida de climas muito quentes. Infelizmente, meu celular não está mostrando o verde do outro lado, mas há peras espinhosas alinhadas na encosta.
Essa e as outras duas ressurreições que Jesus realizou talvez sejam o prenúncio de Sua própria ressurreição. Elas certamente mostram Seu poder supremo sobre a morte; e sabemos que Ele exerceu Seu poder sobre a doença - mental e física -, o clima, a comida, o vinho. Se Seu poder é tão amplo, por que nos preocupamos tanto?
Que Ele leve nossas preocupações e as substitua pela confiança Nele.

Patricia O'Brien
Membro
Patricia O'Brien(@marispiper)
2 meses atrás
Responder a  Noelle Clemens

É verdade, Noelle. Lembro-me de que estávamos passando por um momento preocupante, pois meu marido foi despedido e nós tínhamos um bebê pequeno. Um amigo me disse:
Você é uma pessoa de fé (que pergunta, pensei)? É claro que sou, foi minha resposta. Ele então disse: 'Então, por que está se preocupando tanto' !!!

Noelle Clemens
Membro
Noelle Clemens(@jeanne)
2 meses atrás
Responder a  Patricia O'Brien

Passamos por momentos igualmente difíceis, Patricia, e eu estava quase literalmente muito preocupado. É aquele pensamento incômodo: será que sou digno do amor e da atenção de Deus? A resposta é não, mas "apenas diga a palavra", e voltamos ao nosso centurião.... Espero que tudo esteja bem com sua situação agora. 🌻

Chazbo M
Membro
Chazbo M(@chazbo)
2 meses atrás
Responder a  Patricia O'Brien

Sim, quando fui demitido, minha esposa ficou em um estado infernal. Eu disse que tudo ficaria bem (confiando em Deus), mas não podia dizer isso a ela, pois ela não "pratica" religião. E tudo ficou bem e eu consegui um emprego melhor!

spaceforgrace
Membro
spaceforgrace(@spaceforgrace)
2 meses atrás
Responder a  Patricia O'Brien

Excelente ponto de vista, mas às vezes é tão difícil, não é?

Polly French
Membro
Polly French(@pauline)
2 meses atrás
Responder a  Noelle Clemens

Obrigado, Noelle. Você me educa e me inspira e, muitas vezes, articula o que estou pensando!

spaceforgrace
Membro
spaceforgrace(@spaceforgrace)
2 meses atrás
Responder a  Noelle Clemens

Amém!

spaceforgrace
Membro
spaceforgrace(@spaceforgrace)
2 meses atrás

Gosto muito dessa pintura. Há muitos detalhes, mas a qualidade do branco é extraordinária! A representação das roupas me chama particularmente a atenção, assim como os acessórios de cabeça. O homem com o chapéu cônico brilhante é interessante e parece um pouco fora de lugar. As mulheres, na minha opinião, estão particularmente bem feitas.
Esses são claramente judeus, principalmente porque os homens têm as madeixas laterais. Jesus também parece ter esse estilo de cabelo, embora não esteja tão claro, e ele também parece ter um tom mais claro.
Para mim, a representação de Jesus é a parte mais fraca da pintura. Ele parece rígido e em contraste com as figuras ao Seu redor, e não sinto compaixão aqui, mas sim uma frieza remota. Sua vestimenta está muito bem pintada e gosto dos detalhes de seu xale de oração. No entanto, como se deve parecer no ato de ressuscitar alguém dos mortos? Posso ver o problema que o artista teve para transmitir isso.

Senhor, o Senhor é compaixão e amor. Às vezes é difícil para mim sentir compaixão. Ajude-me a ser mais gentil, em pensamento e em ação, com as pessoas ao meu redor e com as que estão distantes de mim. Ajude-me a pensar nos outros mais do que eu penso. Eu oro por isso em seu Santíssimo Nome".

Niobe Hunter
Membro
Niobe Hunter(@niobe)
2 meses atrás

'Cardo comestível': alcachofras e cardo. Minhas alcachofras (onde ainda não consegui cortá-las) são bem parecidas com as da pintura.

Patricia O'Brien
Membro
Patricia O'Brien(@marispiper)
2 meses atrás
Responder a  Niobe Hunter

Nunca tive coragem suficiente para cozinhar um😁.

Patricia O'Brien
Membro
Patricia O'Brien(@marispiper)
2 meses atrás

'Deus de misericórdia e compaixão, tenha piedade de mim'

Zeffi
Membro
Zeffi(@zeffi)
2 meses atrás

Para mim, isso mostra Jesus usando Seu poder divino ao ressuscitar esse homem morto. Como professor e contador de histórias, Ele age a partir de Seu poder humano. Aqui, como em outros milagres, Seu
A divindade é revelada, mudando as regras (da física, da química ou da biologia) conforme Ele acha adequado. Ele o usa com leveza, sempre por compaixão, e não abusa de Seu poder.

Bela pintura, também, com cores brilhantes e uma explicação muito interessante do Pe. Patrick.

Louise Kirk
Membro
Louise Kirk(@louise-kirk)
2 meses atrás

Será que Jesus também não estava prevendo a dor que causaria à sua própria mãe viúva com a sua morte? Talvez vejamos um pouco de seu sofrimento ao permitir essa dor....

spaceforgrace
Membro
spaceforgrace(@spaceforgrace)
2 meses atrás
Responder a  Louise Kirk

Que visão maravilhosa, Louise. Eu não tinha pensado nisso, mas agora penso! Muito obrigada.

Pauline Wood
Membro
Pauline Wood(@paulinewood)
2 meses atrás
Responder a  Louise Kirk

Que visão maravilhosa!

Polly French
Membro
Polly French(@pauline)
2 meses atrás
Responder a  Louise Kirk

Nunca pensei nisso, Louise, mas faz todo o sentido. Obrigado, Louise

Chazbo M
Membro
Chazbo M(@chazbo)
2 meses atrás

Vou dizer algo esta manhã que pode parecer herético, mas acho que alguns podem entender. Grande parte da vida de Jesus trata de ensinar uma moralidade, um modo de viver, que permite que nosso mundo e as pessoas que vivem nele funcionem muito bem. E há muitas parábolas e muitas histórias alegóricas que enchem os crentes de alegria e enriquecem suas vidas.
Mas essa história e outras em que ele dá vida a pessoas mortas não podem ser lidas como uma "lição sobre como viver uma vida mais plena". Temos uma situação em preto e branco em que um cadáver se torna um ser vivo novamente. Portanto, as testemunhas desse milagre não precisavam de fé, elas tinham provas sólidas bem na frente delas. Por ser tão binário, eu pensaria que isso poderia diminuir a mensagem dos Evangelhos em vez de aumentá-la. Esse evento realmente aconteceu?
Bem, eu já disse isso. Esse ponto de vista tem alguma ressonância com os outros ou eu realmente entendi errado?

Sandy Morris
Membro
Sandy Morris(@sandy-j)
2 meses atrás
Responder a  Chazbo M

Sim, você não pode deixar de ser atingido no meio dos olhos pela crueza desse relato... o menino está morto, Jesus para, ele se importa, o menino vive. A pintura destaca a "binariedade" (usando sua palavra, Charles!)... monocromática de um lado e verde e viva do outro. Às vezes, meu coração está triste demais para acomodar a alegria e o poder vivos que são Cristo... Quero que ele seja simplesmente um bom professor, pequeno o suficiente para caber em meus horizontes melancólicos. Não", diz o Espírito Santo, "Ele é a Vida. Seja corajoso, venha e viva com Ele". Obrigado, Charles, por seus comentários que me ajudaram a ver isso... aproveite seu dia e seu tempo de reflexão. Vou levar ambos para a chuva quando for cuidar do jardim esta manhã!

spaceforgrace
Membro
spaceforgrace(@spaceforgrace)
2 meses atrás
Responder a  Sandy Morris

Ótimo comentário, Sandy!

Chazbo M
Membro
Chazbo M(@chazbo)
2 meses atrás
Responder a  Sandy Morris

Sim. Ótimo comentário, Sandy.

Zeffi
Membro
Zeffi(@zeffi)
2 meses atrás
Responder a  Chazbo M

Talvez o que pareça binário seja o fato de ser possível focar em apenas um lado da equação: 100% Deus + 100% homem = 100% Jesus

Chazbo M
Membro
Chazbo M(@chazbo)
2 meses atrás
Responder a  Zeffi

Muito bem, Zeffi. Uma equação boa e precisa.

spaceforgrace
Membro
spaceforgrace(@spaceforgrace)
2 meses atrás
Responder a  Chazbo M

Não acho que seja herético (mas o que eu sei?), mas vem de um lugar de dúvida honesta. Só há uma coisa a fazer com a dúvida: orar sobre ela. Temos nosso modelo, é claro, em Tomé, e nosso consolo nas palavras: "Felizes aqueles que não viram e ainda assim acreditam". A menos que você tenha decidido que acreditar não é para você e, portanto, não precisa de ajuda.
Não tenho nenhum problema com essas histórias, simplesmente porque o próprio Jesus é a ressurreição e a vida. Todas as coisas levam a Ele, portanto, para mim, todas as histórias sobre a ressurreição de pessoas pré-figuram isso.
Não podemos saber se algum dos eventos do evangelho realmente aconteceu, e é aí que a fé entra em ação. "Senhor, eu tenho fé, ajude a pouca fé que tenho".
Conhecer o Jesus vivo, e não apenas um homem que viveu e disse coisas há 2000 anos, é o caminho para mim.

Chazbo M
Membro
Chazbo M(@chazbo)
2 meses atrás
Responder a  spaceforgrace

SFG Eu tenho fé. Só estou dizendo que algumas das histórias bíblicas funcionam melhor para mim do que outras, o que provavelmente é verdade para muitas pessoas.

spaceforgrace
Membro
spaceforgrace(@spaceforgrace)
2 meses atrás
Responder a  Chazbo M

Sim, acho que isso é verdade. Não seria fé se não tivéssemos dúvidas.

Patricia O'Brien
Membro
Patricia O'Brien(@marispiper)
2 meses atrás
Responder a  Chazbo M

Bem, minha opinião sobre esse evangelho (e outros semelhantes) é simplesmente que Cristo está nos mostrando que ele vence a morte - essa é a mensagem, eu acho. "Todos os seus inimigos serão postos debaixo de seus pés, e o último desses inimigos é a morte".
Quanto à sua pergunta "isso aconteceu"? Como não se trata de uma parábola, temos que dizer "sim", não é mesmo? Mencionei que ontem, com nosso maravilhoso centurião, para mim, isso definitivamente tem um toque de verdade - é a maneira como é contado. Hoje, nem tanto. No entanto, as palavras de algumas pessoas se articulam bem e as de outras nem tanto, mas a história por trás delas pode ser igualmente verdadeira.
Muitas vezes penso que, aqui, alguns autores de postagens são comunicadores brilhantes, muito bem informados e eruditos. Outros podem falar muito pouco ou ter dificuldade de se expressar, mas a verdade e o amor de seus corações não são menos reais, só porque não são expressos com tanta clareza.
😁 e nem sei se estou expressando isso muito bem!!! Bom dia pessoal.

Chazbo M
Membro
Chazbo M(@chazbo)
2 meses atrás
Responder a  Patricia O'Brien

Obrigado por digerir meu comentário, Patricia. Sim, alguns de nós produzem palavras com muita facilidade e outros não.
O que acontece em nosso interior é o que importa, mas se temos o dom de nos expressar verbalmente, devemos usar esse dom dado por Deus. Certa vez, ouvi uma violinista dizer que seria quase pecaminoso para ela não tocar para as pessoas. Ela tinha que usar seu dom de Deus para deixar as pessoas um pouco mais felizes. Achei isso uma grande percepção.

Graham B.
Membro
Graham B.(@barsbee)
2 meses atrás
Responder a  Chazbo M

Nós, seres humanos, adoramos escala. Classificamos milagres "grandes" e milagres "pequenos". No entanto, cada milagre é um milagre. Curar a visão de uma pessoa (restaurar um olho) é tão importante para mim quanto restaurar os mortos de volta à vida. Minha frustração é que Deus não é uma máquina caça-níqueis. O simples fato de eu colocar uma moeda de 10 centavos na máquina e puxar a alavanca não resulta em uma oração atendida. Por alguma razão, eu não sou Deus!

spaceforgrace
Membro
spaceforgrace(@spaceforgrace)
2 meses atrás
Responder a  Graham B.

E eu também não - estamos em boa companhia, Graham!

Carol Heise
Membro
Carol Heise(@carolheise)
2 meses atrás
Responder a  Chazbo M

Caro Chaz... Acho que isso significa simplesmente o seguinte: Jesus é o caminho, a verdade e a vida.

Noelle Clemens
Membro
Noelle Clemens(@jeanne)
2 meses atrás
Responder a  Chazbo M

Meu intelecto, tal como é, está indo dormir, mas as palavras "graça imerecida" me vêm à mente. Espero que seu dia tenha melhorado, e tudo de bom para amanhã. 🌻

Pauline Wood
Membro
Pauline Wood(@paulinewood)
2 meses atrás

Hoje, em nossa paróquia e, particularmente, em minha pequena cidade de Midlands, no Reino Unido, uma equipe missionária irá de porta em porta em todos os novos conjuntos habitacionais, convidando as pessoas a virem à nossa Igreja, perguntando se gostariam de orar e levar Cristo com elas. Essa missão em East Northants durará até o final de outubro. Hoje estive orando por aqueles que sairão em missão e pensando em Jesus entrando em minha própria cidadezinha, como fez em Naim, encontrando muitos em perigo ou experimentando uma morte espiritual. Por favor, Senhor, tenha compaixão deles e os levante para uma nova vida em Você, devolvendo-os às suas famílias para ajudá-los a florescer. Penso em todos os jovens dessa pequena cidade, em todo o país e no mundo que precisam de Seu encontro de cura e de Sua graça, Senhor. Por favor, ore pelo sucesso da Missão aqui, pela proteção daqueles que estão sendo enviados e para que o Espírito Santo vá à frente deles preparando o caminho. Tenha compaixão de nós, Senhor. Amém

Sandy Morris
Membro
Sandy Morris(@sandy-j)
2 meses atrás
Responder a  Pauline Wood

Orações para sua missão.

Pauline Wood
Membro
Pauline Wood(@paulinewood)
2 meses atrás
Responder a  Sandy Morris

Obrigado, Sandy 🙏

spaceforgrace
Membro
spaceforgrace(@spaceforgrace)
2 meses atrás
Responder a  Sandy Morris

Amém

Chazbo M
Membro
Chazbo M(@chazbo)
2 meses atrás
Responder a  Sandy Morris

Junto minhas orações às suas pela missão de Pauline. É um trabalho muito difícil para os missionários.
Certa vez, eu estava em um café em Yorkshire e havia um jovem vigário recém-ordenado e sua esposa na mesa ao lado. Fiquei atento à conversa deles, que falava sobre como iriam iluminar a cidade para Jesus. Pensei: "Que admirável, mas você tem ideia de como essa é uma tarefa gigantesca em uma sociedade tão secular? Espero que tenha dado tudo certo para eles....

spaceforgrace
Membro
spaceforgrace(@spaceforgrace)
2 meses atrás
Responder a  Pauline Wood

Isso parece incomum para uma paróquia católica? Eu me lembro de missões realizadas em várias paróquias ao longo dos anos, e elas sempre foram muito concorridas e inspiradoras. (às vezes também eram motivo de polêmica), mas nunca envolviam bater de porta em porta. Que paroquianos comprometidos vocês têm!
Aqui em nossa diocese, em breve estaremos realizando um comício do rosário em minha cidade vizinha. Também peço orações para esse evento.
Aplaudo particularmente seu pedido de orações pelos rapazes, como eles precisam delas nestes tempos difíceis!

Gostaria de dizer também, Pauline, o quanto aprecio seus comentários, que vêm de um lugar de percepção e compaixão.

São José, seu exemplo leva todos os homens a Jesus. Interceda por todos os jovens que estão lutando com sua fé e seu propósito na vida. De todos os homens, você soube como mostrar Jesus a todos nós, por meio de seu trabalho e compromisso com a sua Santíssima Família. Ore por nós.

Chazbo M
Membro
Chazbo M(@chazbo)
2 meses atrás
Responder a  spaceforgrace

Sim, eu acho que a missão descrita por Pauline pode se deparar com o problema de atrair pessoas que não são católicas e que teriam que passar por uma série de obstáculos antes de se envolverem de fato com sua igreja. Parece mais um empreendimento evangélico.

spaceforgrace
Membro
spaceforgrace(@spaceforgrace)
2 meses atrás
Responder a  Chazbo M

Também acho que sim. A maioria das missões católicas das quais participei foi direcionada a católicos que já haviam abandonado a vida religiosa e a católicos em dificuldades - com outros, é mais uma sugestão do tipo "venha e veja". Estou começando a entender sobre os aros - o jovem sobre o qual falei há algum tempo não está chegando a lugar algum com o nosso PP, então continuo sem saber o que dizer a ele. Ele parece tão entusiasmado!

Pauline Wood
Membro
Pauline Wood(@paulinewood)
2 meses atrás
Responder a  spaceforgrace

Sim, essa missão certamente está atraindo muitos Por quê? Para quê? Porta a porta - sério?! comentários das pessoas em nossa paróquia católica... mas é verdade, estamos em missão nas muitas casas novas que foram construídas em nossa área. A iniciativa veio do nosso bispo, o maravilhoso bispo David Oakley. A equipe da Missão, sediada na Catedral de Northampton, já concluiu um desses "projetos" em Luton e eles têm muitas histórias inspiradoras para contar.

É claro que nenhum de nós está acostumado a isso. Recebemos um breve treinamento de pessoas experientes da Comunidade de Sion. Não sei se estou falando fora da mensagem, mas me parece que essa missão é voltada para aqueles que não conhecem Jesus. Para aqueles que estão procurando. É como um convite para algo quase pré-católico? A ideia de passar da fome para o rico banquete da missa pode ser um pouco exagerada para alguns. Parece que é para levar as pessoas ao primeiro estágio - ter uma semente plantada em seus corações, encontrar Jesus pela primeira vez ou de alguma forma pequena que, com sorte, crescerá. E também para inspirar os católicos que estão se aposentando de alguma forma?

Pessoalmente, estou bastante animado com a perspectiva de que uma pessoa sequer conheça Jesus. Estarei indo de porta em porta assim que for possível. Eu e mais duas pessoas também estamos trabalhando em uma série de oficinas de artes, um show de marionetes para crianças, um concerto musical e uma pequena exposição de Arte Sacra com obras de arte fornecidas por católicos e outros cristãos que são pessoais à sua fé. É amador, mas delicado, muito "espontâneo" e nem um pouco polido, mas estamos nos sentindo inspirados! A ideia é que esses eventos gerem conversas que possam convidar as pessoas a serem apresentadas ou lembradas da compaixão e da misericórdia de Deus e do plano de salvação que Ele nos oferece. Vou tentar anexar nossos panfletos para que você possa dar uma olhada?

Obrigado por suas orações - precisamos delas!

Espírito criativo ALL.jpg
Pauline Wood
Membro
Pauline Wood(@paulinewood)
2 meses atrás
Responder a  Pauline Wood

Precisamos e estamos sendo chamados pela equipe da Missão para trabalhar no que acontecerá em seguida... e se eles vierem?

Chazbo M
Membro
Chazbo M(@chazbo)
2 meses atrás
Responder a  Pauline Wood

Eu vi o pôster e o li. Vejo que se trata de um empreendimento ecumênico, o que explicaria o fato de baterem à porta. Você sabia que tinha um amigo em Jesus!!! Desculpe-me :). Por favor, não fique chateado:)

Pauline Wood
Membro
Pauline Wood(@paulinewood)
2 meses atrás
Responder a  Chazbo M

Começou como algo puramente católico, mas acabou nos levando a pegar emprestado de outras igrejas em nossa área - principalmente salões e espaços, acho que eles ficaram tão surpresos quanto nós haha. Não estou chateado, Chazbo... 😊

Pauline Wood
Membro
Pauline Wood(@paulinewood)
2 meses atrás
Responder a  Chazbo M

Bater na porta foi a parte católica...

Patricia O'Brien
Membro
Patricia O'Brien(@marispiper)
2 meses atrás
Responder a  Pauline Wood

Obrigado por isso, seu folheto parece muito atraente - por favor, Deus, você será abençoado com sucesso. Posso ver o pensamento - muitas casas novas e um alcance de todas as igrejas.
Nossa missão (outubro) é apenas para que nossa paróquia (católica) comemore seu centenário, portanto, o foco é diferente, embora uma semelhança seja o fato de a Comunidade de Sion também estar supervisionando a nossa!

Polly French
Membro
Polly French(@pauline)
2 meses atrás
Responder a  Pauline Wood

Fantástico trabalho, Pauline... isso é realmente o que a evangelização parece ser no campo - fé em ação!

spaceforgrace
Membro
spaceforgrace(@spaceforgrace)
2 meses atrás
Responder a  Pauline Wood

Em muitos aspectos, parece semelhante ao nosso mosaico. Todos que o viram tiveram uma resposta direta e é maravilhoso testemunhar o "uau"! Espero que, de alguma forma, consigamos atrair as pessoas também. Que iniciativa ousada, mas assustadora! Acho que o Espírito está se movendo - muito bem, sua diocese!

Patricia O'Brien
Membro
Patricia O'Brien(@marispiper)
2 meses atrás
Responder a  Pauline Wood

Teremos uma missão em breve - nossa comunicação com os outros é feita por cartão postal!
A sua é muito mais corajosa. Deus abençoe todos aqueles que estão batendo às portas - esperemos que "um homem de paz" responda.

spaceforgrace
Membro
spaceforgrace(@spaceforgrace)
2 meses atrás
Responder a  Patricia O'Brien

Sim, acho que foi assim que fizemos isso no passado também.

Rya Lucas
Membro
Rya Lucas(@katteliekemeissie)
2 meses atrás

Jesus é meu herói! Eu O amo! Jesus faz milagres, sente pena das pessoas, conforta as pessoas... e me conforta! Estou muito feliz por ter lido sobre Ele, por "conhecê-Lo", por ser Sua irmã e por ter permissão para amá-Lo.
Obrigado, Senhor Jesus, pelo milagre de minha vida, por sua vida na Terra, por seu amor por mim!

vrouw die bidt.jpg
Pauline Wood
Membro
Pauline Wood(@paulinewood)
2 meses atrás
Responder a  Rya Lucas

Isso me enche de alegria e reconhecimento! Meu espírito está em feliz concordância com o seu - obrigado, Rya!

Chazbo M
Membro
Chazbo M(@chazbo)
2 meses atrás
Responder a  Pauline Wood

E a minha, Pauline!

Mark Crain
Membro
Mark Crain(@mark_crain)
2 meses atrás
Responder a  Pauline Wood

Eu também.

Chazbo M
Membro
Chazbo M(@chazbo)
2 meses atrás
Responder a  Rya Lucas

Você acordou feliz, Rya. Isso é ótimo. Hoje, na Inglaterra, está muito frio e minha esposa saiu para ficar com uma amiga por alguns dias. Estou com muito tempo para pensar......

spaceforgrace
Membro
spaceforgrace(@spaceforgrace)
2 meses atrás
Responder a  Chazbo M

Sim, também notei um friozinho esta manhã! O outono está chegando... tenha um dia tranquilo, Chazbo. Acho que a oração ou a leitura é a melhor cura para o excesso de pensamentos. Cuide de você.

Chazbo M
Membro
Chazbo M(@chazbo)
2 meses atrás
Responder a  spaceforgrace

Multas Gratias!

spaceforgrace
Membro
spaceforgrace(@spaceforgrace)
2 meses atrás
Responder a  Rya Lucas

Obrigada por essa saudação nesta manhã, Ria! Você diz tanto em suas simples palavras e sei que Deus também a ama muito. Ele é compaixão e amor, e não podemos nos esquecer disso. Deus a abençoe.

Patricia O'Brien
Membro
Patricia O'Brien(@marispiper)
2 meses atrás
Responder a  Rya Lucas

Concordo com Chazbo. Sabemos que você está um pouco deprimido, Rya (o que é compreensível)
Hoje, Nosso Senhor a elevou e a confortou. Maravilhoso - estou muito feliz por você.

Polly French
Membro
Polly French(@pauline)
2 meses atrás
Responder a  Rya Lucas

Adorei isso Rya, obrigado por compartilhar

Polly French
Membro
Polly French(@pauline)
2 meses atrás

Humildade ontem, compaixão hoje! Essas são belas leituras do Evangelho que nos ensinam como devemos viver. Adoro como o Padre Patrick diz que Jesus fez isso, não porque lhe pediram, mas basicamente porque ele queria, pois teve compaixão da viúva! Li uma bela citação outro dia que dizia que deveríamos ser mais bondosos do que o necessário! Que mundo maravilhoso seria esse! 😘💐💕😇🌼

Rya Lucas
Membro
Rya Lucas(@katteliekemeissie)
2 meses atrás
Responder a  Polly French

Temos, de fato, um mundo maravilhoso. Ainda há muito amor no mundo! Observe ao seu redor as coisas boas e amáveis que as pessoas fazem. Vamos contar nossas bênçãos!

spaceforgrace
Membro
spaceforgrace(@spaceforgrace)
2 meses atrás
Responder a  Rya Lucas

Sempre Ria - tenho muitos em minha vida!

spaceforgrace
Membro
spaceforgrace(@spaceforgrace)
2 meses atrás
Responder a  Polly French

De fato, seria Polly. Vou tentar,

Leituras relacionadas a Lucas 7:11-17

15 de dezembro de 2022

Lucas 7:24-30

O menor no reino de Deus é maior do que...

18 de setembro de 2023

Lucas 7:1-10

O centurião disse: 'Não sou digno de recebê-lo...

16 de setembro de 2021

Lucas 7:36-50

Ela derramou lágrimas sobre os pés de Jesus

16 de setembro de 2020

Lucas 7:31-35

Que descrição posso encontrar para as pessoas de t...

Junte-se à nossa comunidade

Além de receber nossa Leitura Diária do Evangelho e Reflexão Artística, sua inscrição gratuita lhe permite ainda: 

A missão da Arte Cristã é oferecer uma leitura diária do Evangelho, acompanhada de uma obra de arte relacionada e de uma breve reflexão. Nosso objetivo é ajudar as pessoas a se aproximarem de Deus através da magnífica união entre a arte e a fé cristã.

CONECTE-SE A NÓS

Junte-se a mais de 70.000 pessoas que recebem diariamente nossa Leitura do Evangelho e Reflexão de Arte

Pular para o conteúdo