Cristo na Tempestade no Mar da Galileia,
Pintado por Ludolf Bakhuizen (1630-1708),
Pintado em 1695 (datado na lateral do barco),
Óleo sobre tela
© Museu de Arte de Indianápolis

Cristo na Tempestade no Mar da Galileia,
Pintado por Ludolf Bakhuizen (1630-1708),
Pintado em 1695 (datado na lateral do barco),
Óleo sobre tela
© Museu de Arte de Indianápolis

Evangelho de 30 de janeiro de 2021

As ondas estavam quebrando dentro do barco

Marcos 4:35-41

Com a chegada da noite, Jesus disse a seus discípulos: "Vamos atravessar para o outro lado". E deixando a multidão para trás eles o levaram, assim como ele estava, no barco; e havia outros barcos com ele. Então, começou a soprar um vendaval e as ondas estavam quebrando dentro do barco de modo que estava quase inundado. Mas ele estava na popa, com a cabeça sobre a almofada, adormecida. Eles o acordaram e lhe disseram: 'Mestre, você não se importa? Nós vamos descer! E ele acordou, repreendeu o vento e disse ao mar: 'Silêncio agora! Tenha calma!'. E o vento caiu, e tudo ficou calmo novamente. Então ele lhes disse: 'Por que você está tão assustado? Como é que vocês não têm fé? Eles se encheram de admiração e disseram uns aos outros: 'Quem pode ser este? Até o vento e o mar lhe obedecem".

Reflexão sobre a Pintura

Ludolf Backhuysen era um pintor holandês nascido na Alemanha, ativo em Amsterdã. Ele foi o principal pintor de paisagens marítimas no final do século XVII. A fim de pintar os mares em grandes detalhes, ele saía freqüentemente em um barco para desenhar e pintar lá. Muitos dos desenhos sobreviventes que ele fez são bastante vincos, rasgados e desgastados por causa das condições climáticas em que ele os teria feito enquanto estava em seu barco. Este estudo ardente dos mares traz este intenso realismo e imitação fiel da natureza a suas pinturas. Vemos Jesus logo após acordar, sua mão ainda com seu rosto. São Pedro está segurando seu braço estendido, apontando para os mares tempestuosos. O reflexo do barco no mar, o luar batendo as ondas, tudo isso faz um espetáculo único. 

As tempestades são um teste. É durante as tempestades da vida que descobrimos tanto sobre nós mesmos, sobre nossos amigos, e sobre nossa fé também. E estas tempestades podem surgir de repente. Literalmente um telefonema ou uma visita médica pode nos fazer ir das margens pacíficas para os mares tempestuosos. O que é belo em nossa passagem do Evangelho de hoje é que vemos tanto a humanidade quanto a divindade de Jesus em plena exposição. Em sua humanidade, lemos o quanto Jesus está exausto de todo o trabalho que Ele fez naquele dia. Ele estava até dormindo durante as tempestades. Em Sua divindade vemos Sua onipotência e poder sobre os mares e ventos. 

A realidade da vida é que estamos sempre confrontados com tempestades: ou estamos caminhando para uma nova tempestade, ou estamos em uma tempestade, ou estamos apenas saindo de uma tempestade. Estas tempestades nos mudam. Jesus nos pede para aprender com nossas tempestades e ficar sempre perto dEle... e deixar que Ele nos mude...

Compartilhe esta leitura do Evangelho

Você gostou desta leitura do Evangelho e da reflexão da arte?

Participe da discussão sobre esta obra de arte e leitura do Evangelho

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Leituras relacionadas a Marcos 4:35-41

26 de janeiro de 2024

Marcos 4:26-34

O Reino de Deus é como uma semente de mostarda

13 de junho de 2021

Marcos 4:26-34

O arbusto coloca ramos grandes para que o pássaro...

20 de junho de 2021

Marcos 4:35-41

Mestre, você não se importa? Nós vamos cair!

28 de janeiro de 2023

Marcos 4:35-41

Até o vento e o mar lhe obedecem

Junte-se à nossa comunidade

Além de receber nossa Leitura Diária do Evangelho e Reflexão Artística, sua inscrição gratuita lhe permite ainda: 

A missão da Arte Cristã é oferecer uma leitura diária do Evangelho, acompanhada de uma obra de arte relacionada e de uma breve reflexão. Nosso objetivo é ajudar as pessoas a se aproximarem de Deus através da magnífica união entre a arte e a fé cristã.

CONECTE-SE A NÓS

Junte-se a mais de 70.000 pessoas que recebem diariamente nossa Leitura do Evangelho e Reflexão de Arte

Pular para o conteúdo